sábado, 19 de dezembro de 2009

Ubuntu 9.10: Primeiras Impressões e Instalação da Broadcom BCM4318 [AirForce One 54g]

Depois de muitos meses com o Ubuntu 8.04, essa semana finalmente eu resolvi fazer a instalação para o 9.10. Pretendia esperar até a próxima versão LTS (10.04), mas acabei optando por antecipar o upgrade.

Admito não ter acompanhando a fundo o 8.10 e o 9.04 para fazer uma comparação sobre a evolução das últimas versões. Agora, para aqueles que como eu, se acomodaram, essa versão será um salto espantoso!

Apenas para variar, a instalação foi realizada no meu velho HP Pavilion zv6000 (sim eu sei, tenho de troca de pc, mas falta verba para tal hehehe). De cara todos os dispositivos de hardware foram reconhecidos e instalados (ok, quase todos, mas falarei disso mais adiante). Dispositivo de vídeo, som, rede. Tudo funcionando as mil maravilhas! Vejam a imagem abaixo:


Sim meus amigos. O driver opensource para a minha velha ATI Radeon Xpress Series 200M foi instalada de cara, com suporte a recursos visuais como transparências em janelas. Sim, falta testar aceleração 3D ainda, mas nada que um OpenArena mais tarde não resolva.

Uma coisa notável dessa nova versão é a maneira como o diretório pessoal do usuário foi organizado, com a amplicação das tradicionais pastas Documentos, Imagens, Músicas e etc. A seleção de programas mudou pouco, contendo mais atualizações e a substituição do Pidgin pelo Empathy.

No mais, o tempo de inicialização do sistema esta MUITO mais rápido, além do que após iniciado ele se encontra bem mais leve que a versão antiga.

Agora, falando do único item de hardware que não funcionou, ou seja, a boa e velha placa de rede sem fio da Broadcom. Apesar desta disponibilizar um driver opensource para as suas placas, este depende de um firmware fechado, que vem junto com o driver para Windows. Por esse motivo, o driver não é incluído junto com o Ubuntu.

Para contornar esse problema, você pode acessar o repositório oficial do Ubuntu e baixar o pacote b43-fwcutter. Sim, eles não podem distribuir, mas podem oferecer para download. Se você o fizer pelo Firefox, o pacote será salvo em Download. Vá até esse diretório e clique com o botão direito sobre o mesmo e então escolha Instalar. Será mostrada a tela a seguir.


Após instalado o pacote (o que não demora mais que poucos segundos) você será apresentado a tela de configuração do b43-fwcutter, que é uma tela bem simples, onde você deverá simplesmente clicar em Obter e extrair o firmware e em seguida em Avançar. O próprio programa se encarregará de acessar a internet e baixar o firmware necessário. Simples, não?

Um comentário:

Leonardo Jaques disse...

Meu próximo passo nessa empreitada de código aberto, é utilizar esse sistema operacional.