domingo, 11 de janeiro de 2009

Processos Zumbis

É inevitável! Em determinados momentos de uso desktop, de qualquer sistema operacional que seja, você acaba se deparando com processos zumbis gerados por aplicativos quaisquer, que tendem a ir gerando lentidão e estabilidade no sistema, alguns vezes chegando ao ponto de fazê-lo travar. Em alguns sistemas proprietários a solução quase sempre é reiniciar. No linux nós acabamos por ter algumas ferramentas básicas do sistema para lidar com esse problema, como por exemplo o kill.

Algumas vezes porém, o comando de kill nem sempre resolve o problema, pois você tenta matá-lo, e cai para defunct e não sai da listagem de processos. A razão disso é que normalmente esse tipo de processo fora disparado por outro processo, um processo pai, e somente matando esse processo você irá conseguir matar o zumbi em questão (fazendo uma analogia, você só derrota o monstro depois que derrotar o mago que o invocou).

Para descobrir qual o processo pai que gerou o problemático, você usa o comando:

# ps alx


veja o nome do processo problemático na última coluna. Acompanhe elas, na terceira coluna, da esquerda para a direita, você terá o PPID, ou Parental PID, que nada mais é do que o PID do processo pai daquele processo. Daí basta você o matara com:

# kill -9 PPID

No Ubuntu 8.04, a combinação VLC + PulseAudio costuma gerar muitos problemas assim. Por isso, eis a dica.

Um comentário:

Bruno Galamba disse...

Complementando o artigo segue alguns comandos que irão ajudar:

//listar todos os processos zumbis
ps aux | awk '{print $8 "PID:" $2 " PROCESS:" $11}' | grep Z